Efeito Chocolate

Stephanie ganhou um vibrador de Natal. Não foi presente de ninguém. Foi dela pra ela mesma. Depois de 23 anos sem ter ideia do que era um orgasmo, decidiu dar uma guinada na mente. Na vida. Antes disso, tentou senti-lo de todas formas possíveis. Primeiro se permitiu viver. Terminou com o namorado que tinha nojo de chupá-la. Inclusive, ele gozava – em média – depois de 4 minutos dentro. Sim, quatro. E ela ficava lá. Olhando pra parede. Não sabia se rezava ou saía correndo Continue lendo

Quem nunca se apaixonou né? E que delicia que é aquela intensidade de sentimentos que tira o ar e nos faz perder a razão. O sentimento de ter encontrado o amor da vida. A Loucura inicial, invasão de sentimentos arrebatadores… (Ok, só é legal no momento que estamos sentindo, antes de quebrar a cara.) Há estudos desenvolvidos pela psicóloga Dorothy Tennov que concluiu que o tempo médio de extensão da obsessão romântica é de dois anos. A paixão de fruto proibido, talvez dura um pouco Continue lendo