Tamanho é documento?

Se tem algo que a maioria dos homens são “grilados”, é com o tamanho do seu instrumento. Fica aquele sentimento que pênis maior é mais bonito, mais viril, mais atrativo, junta a insegurança de não agradar a parceira resultando em uma grande ansiedade em relacionamentos novos. A questão é que ansiedade e uma boa noite de sexo não combinam, e vira uma grande catástrofe para a autoestima do jovem! (que com essa preocupação não deve ser muito alta né.) A pergunta é… Tamanho é documento?

O que sabemos é que todos os pênis têm suas particularidades, cada um com seu tamanho e formato, sendo que sua forma não interfere em uma vida sexual saudável.  O que interfere é um psicológico abalado, e por isso é tão importante que haja aceitação da sua própria individualidade.

tamanho de penis

Ser bem “dotado” não significa que a vida sexual será como em um harém, com várias mulheres disponíveis e loucas para se entregar a esse ser! Também não é a desculpa para relações desprotegidas. Nenhum pênis humano será grande o suficiente para não caber em um preservativo. Aliás, os preservativos possuem tamanhos e tipos, basta você procurar o que se adeque ao seu. Lembrando que um tamanho maior ou menor pode romper ou escapar durante a penetração. (Em outro post irei falar sobre os tipos de preservativos).

Não precisa ter medo de colocar,se serve no meu pé...vai servir no seu pênis também!

Para os mais preocupados, há um artigo publicado no BJU Internacional em 2015, realizado pelo Dr. David Veale, que demonstra um gráfico com dados de 15.521 homens de várias regiões, com o objetivo de ajudar os médicos a tranquilizar seus pacientes que sofrem com essa questão. De acordo com a pesquisa, a média de um pênis ereto é 13,12 cm de comprimento e 4,5” de circunferência, já em um pênis flácido a média é de 9,16 cm de comprimento e  3,66” de circunferência. E não se preocupem, segundo a pesquisa, somente 2,2% dos homens possuem micro pênis.

É claro que essa média mundial varia conforme regionalidade, assim sendo, foi publicado na revista The Sun agora em 2016, um mapa que mostra a média peniana por países. O mapa é separado por cores: vermelho está em 1° e são os maiores, seguindo vem laranja, amarelo, verde claro e verde, sendo que os listados em verde são os menores. O Brasil está entre 10,5 e 12,9 cm.

NINTCHDBPICT000260563639

A verdade mesmo é que tamanho não é e nunca foi documento, na penetração a grossura é bem mais interessante que o tamanho por conta do atrito que proporciona. A vagina possui locais sensíveis que são estimulados no ato, também há uma maior exposição do clitóris permitindo uma estimulação mais intensa aumentando o prazer. Além disso, pênis muito grande causa desconforto e dor.

Após tantos anos vendendo próteses penianas e vibradores, acredito que o tamanho ideal seja uma média em torno de 15 a 18 cm, não machuca, é visualmente agradável e sabendo brincar a noite será um espetáculo. É claro que tamanho de pênis não é essencial na escolha do parceiro, as mulheres gostam mesmo é de preliminares e atenção, com carinho e paciência você leva essa mulher a orgasmos intensos.

Lembre-se sempre que o ato sexual não se resume em penetração, há muitas de formas de sentir e chegar ao prazer. Então se você tem problemas com o tamanho do seu instrumento busque se amar, e depois aprimore as suas técnicas sexuais. Tenho certeza que quando você fizer isso, você será mais feliz e poderá fazer sua parceira mais feliz também.

Há mundo inteiro de novidades á ser descoberto e caso você ache necessário sempre tem acessórios que pode dá uma apimentada diferente em uma noite sensual, um exemplo é a capa peniana, as próteses penianas, vibradores… E claro tem posições sexuais que favorecem a penetração em pênis pequenos. Então dê o primeiro passo e se aceite do jeito que você é!

Fonte: Article: “Am I normal? A systematic review and construction of nomograms for flaccid and erect penis length and circumference in up to 15,521 men.” David Veale, Sarah Miles, Sally Bramley, Gordon Muir, and John Hodsoll. BJU International; Published Online: March 3, 2015.


Deixe um comentário:

comentário(s)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *